Início >> Noticia >> Caminhada mobiliza participantes sobre o uso sustentável dos bens naturais
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Caminhada mobiliza participantes sobre o uso sustentável dos bens naturais

Localização

Brasil
BR

“Foi uma semana produtiva, de muito trabalho, de interação com a sociedade, e culminou com a caminhada sustentável, que por sua vez foi extremamente bem-sucedida para mostrarmos que sustentabilidade também envolve saúde”. As palavras do titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Thales Belo, encerraram uma programação vasta do Governo do Pará em alusão à Semana Mundial do Meio Ambiente. A Semas promoveu eventos para dialogar com a sociedade e, principalmente, incentivar a reflexão sobre o uso sustentável dos bens naturais, como é a sua missão institucional.

Depois de dialogar com o público acadêmico sobre o tema de recursos hídricos, lançar cartilhas para o público infantil, e uma guia orientativo para secretarias municipais, servidores da Semas promoveram a terceira edição da caminhada sustentável, cujo título foi Descoberta de Novos Caminhos, organizada tanto pela Semas quanto pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio), neste sábado (9), no Parque Ambiental do Utinga.

O evento contou com cerca de mil participantes, que fizeram um percurso de três quilômetros dentro da Área de Proteção Ambiental (APA), que abriga os lagos Bolonha e Água Preta, que abastecem de água Belém e parte do município de Ananindeua. O local protege 1.340 hectares de áreas de floresta, de várzea e igapós, onde vivem mamíferos, répteis, anfíbios, insetos, grande variedade de aves e flora diversificada, que puderam ser observados no trajeto.

Tendas montadas na entrada do parque apresentaram atividades de Educação Ambiental – pintura ecológica, jogos ambientais e distribuição de material educativo -, educação no trânsito, dirigida pelo Departamento de Trânsito do Pará; o projeto Agrovárzea, do Ideflor-bio apoiou a Feira do Agricultor.

Ivaldo Silva, da comunidade do Abacatal, é artesão e agricultor. Para a caminhada, Ivaldo inovou ao levar água de coco para vender e, de brinde, dava um canudo sustentável. “A ideia foi de um amigo meu. Ele falou para eu fazer os canudos com bambu da nossa comunidade, pois seria uma forma de evitar o acúmulo de lixo. E deu certo! Todo mundo gostou e achou diferente”.

Ocorreu ainda exposição do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA), interação de personagens ambientais representados por integrantes do Instituto Amigos da Floresta Amazônica (Asflora) e outras apresentações dedicadas ao público presente. A Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) também foi uma das parceiras do evento. A titular da pasta, Cláudia Moura, considerou a caminhada fantástica. “Verde é vida. Vida é esporte e esporte é saúde. Estamos em um encontro de tudo isso junto. Queremos agradecer a Semas por ter lembrado da gente”, frisou.

Janice Bedran, 61 anos, foi uma das participantes da programação. O sorriso no rosto denotou a felicidade de quem teve uma manhã de reflexão e atividade física. “Eu adorei a caminhada. Além de organizada, foi muito animada. Confesso que também preferi correr com a minha equipe Papão Léguas. Eu gostei muito mesmo”.

Também foram sorteados brindes no final das atividades em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho. Aline Gomes, universitária e ganhadora de um celular no sorteio promovido pela organização, fez questão de ressaltar que a programação também serviu como uma confraternização. “Eu acho muito importante a ideia da Caminhada Sustentável na semana do meio ambiente. Além de animada, pude reencontrar muitos amigos e ainda tive a sorte de ganhar um celular novo no sorteio. Por mim, a Semas poderia fazer outras edições esse ano”, disse, entre risos.

Dentro do complexo do Parque do Utinga, precisamente na sede da Semas e do Ideflor-bio, a programação envolveu crianças de comunidades do entorno do parque, com o lançamento do Projeto Semeando a Educação Ambiental, que contou com a pintura de sacolas ecológicas, apresentação do vídeo Economizar Água, teatro de fantoches com a peça Aqui se Faz e brincadeiras lúdico.

Semana

Os cuidados para a proteção do meio ambiente e discussões sobre gestão ambiental estiveram na pauta, por toda a Semana do Meio Ambiente. Na terça-feira (5), a programação ocorreu no Centro de Ciências e Planetário da Universidade do Estado do Pará (Uepa). Dirigentes de órgãos gestores ambientais e da instituição de ensino superior debateram o meio ambiente, principalmente o amazônico, com estudantes universitários.

Profissionais da área ambiental e representantes de municípios participaram, na quarta-feira, 6, do lançamento do Guia Orientativo, A Educação Ambiental na Gestão Municipal de Meio Ambiente, produzido pela Coordenadoria de Educação Ambiental da Semas. A publicação foi direcionada às secretarias municipais de Meio Ambiente, para o fortalecimento da gestão e o envolvimento do poder público e das comunidades locais na proteção do meio ambiente.

Na quinta-feira (7), houve palestra, lançamento e distribuição da cartilha ambiental Uma Escola na Floresta: educando para o bem comum, na Associação Cultural do Marex, para alunos do ensino fundamental da Escola Castelo Branco. Na sexta-feira (8), no mesmo local, a programação foi dirigida a estudantes do ensino médio do Colégio D. Pedro.

Utinga

O Parque Estadual do Utinga é uma Unidade de Conservação da Natureza de Proteção Integral, com 1.340 hectares, criado pelo Decreto Estadual n° 1.552, de 3 de maio de 1993. Assegurar a potabilidade da água e ampliar a vida dos lagos, preservar os animais silvestres que se refugiam no local, proteger a paisagem e assegurar a convivência humana com outras formas de vida animal e vegetal, somam-se aos objetivos da criação da APA.

Instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1972, o dia 5 de junho celebra o meio ambiente em todo o mundo. A ideia é ressaltar a importância de cuidar da natureza, ampliando discussões sobre a importância da gestão sustentável dos recursos naturais em todo o planeta.

Texto: Nilson Cortinhas / Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas)

Foto: Sidney Oliveira / Agência Pará 

imagem: